Rotina da noite: o segredo para um dia melhor

Falar sobre rotina da noite para mim é muito fácil. Até porque, antes de ser mãe eu seguia um passo a passo bem fiel, que durante muitos anos me ajudou bastante.

Estamos vivenciando um momento onde todo mundo quer dormir bem. Mas a ansiedade não anda querendo deixar não.

Sabe a parte boa? É que podemos tentar melhorar isso com uma rotina simples e funcional.

No entanto, antes de colocá-la em prática você  precisa compreender os benefícios que ela pode trazer para o seu dia. Isso mesmo, uma noite bem dormida muda tudo.

Então chega de papo e vamos lá!

Por que dormir melhor?
Precisamos entender que é durante o sono que o organismo exerce as principais funções restauradoras do corpo, como o reparo dos tecidos, o crescimento muscular e a síntese de proteínas. Durante este momento, é possível repor energias e regular o metabolismo, fatores essenciais para manter corpo e mente saudáveis. Além disso, melhora o humor, a sociabilidade e a concentração.

Como uma rotina noturna vai te ajudar nisso?
Você vai lembrar que essa é a hora mais importante do seu dia, é quando seu corpo e sua mente finalmente conseguem uma pausa real.

BUT!!!!

Todavia, para essa rotina acontecer é fundamental você pensar em ações que te ajudem a ficar mais tranquilo na hora de dormir.

Comece parando um instante, se observando, entendendo a rotina da sua casa e, a partir daí sinalizar pontos que vão te ajudar nessa jornada.

Agora, se você realmente não sabe por onde começar, aqui vai algumas dicas:

  • Se possível, tente ficar longe das telas até uma hora antes de dormir. Existem inúmeras pesquisas que falam sobre os malefícios das telas para as nossas noites de sono. Não vou listar aqui porque são muitos mesmo, mas posso garantir. Essa pequena mudança faz milagres.

  • Nesse tempo longe do celular e da TV, você pode aproveitar para tomar um chá ou leite morninho (logo, logo vem um posto com sugestões de chás), ler um livro ou ouvir uma música relaxante.
  • Agora que está mais relaxado, lave o rosto e escove dos dentes. Passe aquele hidratante gostoso no corpo e coloque o pijama.
  • Quando estiver deitadinho na sua cama, faça suas orações e que tal testar uma técnica de respiração? Respire e inspire profundamente algumas vezes, esvaziando bem a mente e o pulmão e relaxe. Essa respiração me ajuda muito na descompressão e esvaziar a mente.

Por fim, aproveite o silêncio até o sono chegar!

PS. Nada de ficar pensando no que não conseguiu fazer no dia ou na agenda futura. PROIBIDO!

Confesso que tem dias que eu só deito, lembrando dessa intenção de descanso o máximo que consigo e pronto. Em outros, eu simplesmente deito e já era!

A nossa rotina somos nós que fazemos. Então vamos fazer bonito e contribuir para a nossa evolução.

Ah! Dei uma olhada na internet e reuni mais algumas sugestões para a sua rotina da noite.

  • Escrever um diário para esvaziar a mente
  • Tomar um banho quente
  • Listar as tarefas mais importantes do dia seguinte
  • Fazer um alongamento
  • Ouvir áudios de ruído branco, sons da natureza ou outra música que gosta
  • Arrumar o quarto
  • Deixar um copo de água ao lado da cama

 

Efeito calmante!

5 Livros para inspirar a sua rotina da manhã

Já faz alguns dias que postei um texto falando sobre a minha rotina da manhã e o quão ela tem sido importante pra mim, principalmente nesses tempo de pandemia, isolamento social, ficar em casa e outras coisas.

Você pode ler clicando aqui:

Acho até que já deu tempo de você colocar a sua rotina em prática também  e descobrir aquilo que dá certo para você.

Mas se não deu, tudo bem. Sempre é tempo de incluir um hábito novo que nos faça bem.

Aliás, talvez tudo que eu escrevi ainda não seja o suficiente para você adequar o seu cotidiano e isso é super normal.

No entanto, eu ainda bato o pé na importância de mantermos uma rotina, mesmo que básica, para tornar nossos dias mais fáceis.

E foi exatamente pensando nisso que eu voltei com mais dicas para ajudar na sua rotina matinal.

Selecionei cinco livros bacaninhas e de fácil leitura para você saber um pouco mais sobre essa tal rotina.

1. O milagre da manhã, Mal Elrod

2. Um compromisso por dia: Pequenas ações diárias que podem mudar sua vida, Tadashi Kadamoto e Robson Hamuche.

3. Meu livro da consciência: 365 mensagens para nossas boas escolhas de cada dia, Tadashi Kadamoto.

4. O Caminho do Artista, Julia Cameron.

5. Essencialismo, Greg McKeoen.

Tenho certeza que  você  ai gostar e aprender muito com esse conteúdo.

E que de alguma forma ele vai te ajudar a começar o dia de forma mais leve e diferente.

Mais que isso, acredito que essa mudança  surtirá efeitos mega positivos no seu dia a dia.

Depois quero saber de todos viu?!

Drops: Atenção Plena

Ultimamente estou numa “vibe” de buscar meu equilíbrio emocional através de uma rotina mais saudável e focada.

E a atenção plena, tem tudo a ver com essa busca, já que através dela consigo me manter mais focada em cada afazer.

No entanto, manter essa concentração  -os menos para mim – não é tão faço quanto parece.

Sou daquelas que começa uma atividade e logo quer passar para a próxima. Haja fôlego e foco!

Exatamente por isso, fui buscar entender o que é a atenção plena e como fazer para incluí-la na minha rotina.

A atenção plena nada mais é do que manter a consciência e a atenção no aqui e no agora, sem qualquer tipo de julgamento.

Ou seja, significa focar no presente e ficar atento às manifestações do seu corpo e da sua mente perante a situações apresentadas.

Entre os inúmeros benefícios que ela traz, os mais desejados são a redução da ansiedade e estresse. Tão presentes no nosso dia a dia.

Para facilitar o meu entendimento e daqueles que também querem experimentar a atenção plena, selecionei 4 pilares para iniciar essa busca.

São esses que você pode ver no quadro abaixo:

20200718_063742_0000

Questões práticas do dia a dia e que não damos a atenção necessária.

Vamos começar juntos por elas e ver quais frutos colheremos?

Deixa aí nos comentários sua opinião sobre essa prática.

Rotina da manhã: Comece bem o dia

Estamos sendo bombardeados de informações de todos os lados. Boas, ruins, não importam. O que de fato nos cabe é saber filtrar e equilibrar tudo isso, para mantermos o mínimo da nossa sanidade mental e, claro, a força para cuidarmos de nós mesmos.

Aliás, você já parou para pensar em como tem cuidado de tantas coisas ao seu redor e cada vez menos de você?

Foi a partir desse pensamento que vi a necessidade de falarmos um pouco sobre como a rotina é importante para termos uma mente mais equilibrada e parar de focar apenas no que é externo.

Bom, meu marido sempre brinca com a importância que eu dou para a rotina. E sim, ela me faz ver meus buracos emocionais e como eu preciso fazer para lidar com cada um deles.

Desde que o Benjamin nasceu tenho adaptado minha rotina para caminhar ao lado da rotina de um bebê, nada fácil para uma mãe de primeira viagem.

Algumas vezes me frustro e dou aquela choradinha. Mas venho me empenhando para que tudo saia um pouquinho dentro dos meus padrões, assim consigo cuidar de todas as necessidades da minha família.

Inclusive de mim.

Ter uma rotina matinal foi a forma que encontrei de focar e começar o dia com calma. Meus dias têm sido fracionados com inúmeras tarefas, muitas delas começadas e nunca concluídas, mas tá tudo bem.

Bom, essa conversa toda é para fazer você pensar em como é fundamental esse autocuidado que começa com questões simples, como acordar.

Mas antes de partilhar o meu dia a dia, me conta:

Você é o tipo de pessoa que já acorda com o celular na mão, vendo e escutando notícias de catástrofes, violência e destruições?

Que mal despertou e já reclama do travesseiro, da noite mal dormida, daquele pesadelo e da quantidade de tarefas do dia?

Toma um café rápido, sem ao menos sentir o gosto dos alimentos e #sovai?

Ei, PARE!

Cabe a nós mesmos decidir o rumo do nosso dia. Se queremos que ele seja bom ou ruim. De nos prepararmos para as surpresas e estarmos firmes para encarar alguma coisa que nos tira do sério com bom humor ou uma bela respirada.

E para esse tempo de autocuidado dar certo, precisamos começar o nosso dia bem.

Vale ressaltar que essa rotina é legal pra mim e uma sugestão pra você. Pode ser que nada disso tenha importância no seu dia a dia e ok.

A primeira questão é você compreender porque essa rotina matinal é importante para você e o quanto ela irá influenciar positivamente na sua vida.

E gente, não sou uma planta e tenho sim meus dias de mal humor, principalmente se a noite foi daquelas.

No entanto, tenho me esforçado para não me deixar influenciar pelo externo e sim com o que sinto de dentro para fora.

Mas chega de papo e vamos ao que interessa:

Geralmente acordo junto com o Benjamin às 5h/5h30, ele é sempre a minha prioridade. Troco a fralda, tiro o pijama, dou mama e brinco um pouquinho. Logo ele se sente a vontade para brincar sozinho.

O horário é uma questão muito pessoal, talvez para você manhã quer dizer 10h (você pode trabalhar a noite por exemplo e consequentemente acordar “tarde”). Sendo assim, defina de qual clube você participa: 5 horas da manhã, 8 horas da manhã, 10 horas da manhã e por aí vai… 

O próximo passo é beber um grande e belo copo de água. Sempre tive o hábito de tomar água gelada pela manhã e um shot com limão e própolis. Além de aumentar a imunidade (alou vírus), tenho a sensação que isso faz meu organismo despertar rapidinho.

Dado a largada inicial é só correr para o abraço!

  • Alongamento:

Faço ao menos 20 minutos de alongamento e dentro desses exercícios eu inclui atividades corporais que exigem equilíbrio. Tipo ficar em uma perna só, sabe?

Tem sido ótimo para acordar meu corpo e deixar ele preparado para as horas que fico sentada em frente ao PC ou correndo atrás do bolota.

10c36d719e8d717dd80035fdc6b628c3

  • Respiração:

Logo depois faço um exercício de respiração (que repito várias vezes durante o dia). Inspiro pelo nariz e solto o ar pela boca contando de zero a quatro, depois de zero a dez no mínimo cinco vezes. Sempre prestando bem atenção no ar que entra e sai dos meus pulmões.

  • Palavras de gratidão:

Sou da área de comunicação e sempre acreditei que as palavras exercem um grande poder seja nos nossos relacionamentos ou na nossa própria mente. Por isso, antes de iniciar minha rotina sempre repito palavras de apoio a mim mesma, como por exemplo: Tenha um dia cheio de amor, Desculpe a bagunça interna, Sou grata pelo que tenho, Eu te amo.  Na minha visão é uma forma de fazer o meu subconsciente registrar que apesar de tantas coisas acontecendo, tudo vai ficar bem.

20200703_063932

  • Oração:

Toda vez que eu deixo a oração de lado, parece que o dia vira o caos! Deus não brinca em serviço. Todos os dias rezo pela minha família, por mim, meus amigos, os que sofrem, nossos governantes, educadores, profissionais da saúde, religiosos. Pelo nosso País, pelas almas do purgatório…vixi, minha lista é enorme!

Tenho as orações que faço todo dia, como o Pai Nosso e Ave Maria e também outras orações que sigo do meu livro de orações.

  • Leitura da Palavra:

Leio sempre um capítulo da Bíblia. Tanto na oração quanto na leitura eu procuro envolver o Benjamin para que ele aprenda desde sempre. Esse estudo, mesmo que breve e pequeno acrescenta muito naquilo que busco viver e conhecer dentro da minha religião e reflete 100% nas minhas decisões.

20200703_071317

  • Café da manhã:

Por último e não menos importante, um cafezinho preto bem passado sem açúcar e o pão integral que não pode faltar. Não sou ninguém sem café pela manhã, então esse passo da rotina importa e muito para o meu humor ficar lá em cima.

E fim.

Lendo assim parece que demora um tempão, mas não. Geralmente não passa de 1h30 / 2h. Dá tempo de seguir tudo e ainda chegar no horário para o trabalho.

Tô de home office, mas começo às 8h viu moçada!

Toda essa sequência tem sido maravilhosa, me feito muio bem. Sugiro que você ao menos tente por alguns dias ou faça a sua própria rotina. Tudo para manter a sua qualidade de vida em dia durante toda essa confusão (quando passar, continue).

Aliás, você tem rituais pela manhã?  Deixa aí nos comentários quais são.

Ah! O dia só funciona mesmo se você arrumar a cama, não esqueça. (: 

 

Drops: tudo bem se…

Eu amo novidade!

Para quem gosta de estudar os temperamentos, apesar de não parecer, sou a típica sanguínea que começa algo, passa uma semana e já quer começar outra coisa e assim vai seguindo o  baile.

Geralmente nem terminei a primeira, mas estou trabalhando para melhorar isso.

A verdade é que há tempos eu estava querendo dividir com você algo meio fast food.

Palavras rápidas e de impacto, que você vai conseguir ler rapidinho no meio do dia, compartilhar com um amigo ou apenas ficar refletindo sobre o tema.

Sim, aqui no Drops vamos dividir aquele pensamento que só contamos para o melhor amigo. Ou nem isso.

Que pode nos fazer parar ou dar aquele choque que no fim, nos faz ir em frente.

Depois de alguns dias pensando por onde começar, nada mais justo nesse tempo em que estamos vivendo, falar… Calma, tá tudo bem.

Nesse primeiro Drops te convido a pensar em quantas ações você fica correndo atrás, desenfreado, para cumprir o quanto antes e que algumas vezes não rola.

Pronto, ai que mora o perigo e a frustração.

Hoje, estou aqui para te dizer algo muito importante: tudo bem se não rolar ok?

20200718_062346_0000

20200718_062346_0001

Plano de parto é importante?

Você está se preparando para o parto? Se a resposta for sim, seria bacana você dar uma olhada nesses dois posts: Plano de parto espiritual ePreparo emocional para o parto, que são parte dessa trilogia do parto.

Depois volta aqui para concluir nossa sequência em grande estilo, fechado?

E sim, esse é o último post dessa trilogia, mas não menos importante. Afinal, com tudo preparado (mente e espírito), chegou a hora do seu corpo entrar em ação.

Lembro como se fosse hoje, o dia que recebi um papel escrito “Plano de parto”, no curso de gestante.

Inicialmente achei uma bobeira, mas depois quando estava sozinha, vi que aquele papel seria fundamental para eu conhecer meus direitos e, principalmente, meus desejos como gestante.

Além do mais, ele me faria estudar um pouco mais sobre a via de nascimento que escolhi para o Benjamin.

P.S. Ah! Eu escolhi o parto normal, me preparei para ele. No entanto, sempre tive ciência da possibilidade de uma cesária. Esse equilíbrio foi fundamental para todos os pontos que vivi. Aliás, meu relato de parto também está aqui no blog, é só clicar: Meu parto, minhas regras.

Mas voltando, é preciso buscar informações para conseguir um parto respeitoso, compreender toda a fisiologia desse processo e a importância de esperar o tempo para o bebê nascer. Todo esse caminho para você se sentir segura com as decisões que terá que tomar.

E  sim, caso seu médico oriente, a cesária pode ser indicada. Mas essa questão é profissional demais para uma leiga como eu abordar.

O plano de parto é um registro em papel de todo cuidado que você, gestante, gostaria de ter durante a sua internação.

Com ele, você deixa claro suas vontades — desde que estas sejam permitidas pela maternidade e seu médico obstetra esteja ciente, por isso, visite a maternidade durante a gestação —, diante das situações que podem ocorrer durante a assistência do trabalho de parto, parto e pós parto imediato.

Lembrando, mais uma vez, que interferências podem acontecer.

É fundamental que esse plano seja apresentado e discutido com seu médico e equipe, antes do parto, pois desta forma já se consegue alinhar todos os detalhes que envolvem o nascimento do bebê.

No meu caso, o parto aconteceria em um plantão numa maternidade do SUS, por isso, costumava tirar todas as dúvidas durante a consulta de rotina. Assim, o médico que me atendia já anotava tudo no meu prontuário e ficava lindo registrado ali.

E o Diogo sabia exatamente quais eram as minhas vontades. Ponto de extrema importância, afinal, na hora H você não está tão focada assim naquele papel preenchido com tanto carinho.

De acordo com especialistas, o ideal é que a gestante tenha este documento pronto até a 36ª semana de gestação.

Vale ressaltar, que mais do que levar o papel impresso na maternidade, a força desde documento acontece antes do parto, nas consultas pré-natal, te ajudando a entender se o local e/ou equipe que você escolheu poderá te atender de acordo com o que você gostaria.

Ponto de atenção: você não precisa ficar intimidada ou envergonhada ao fazer seu plano de parto. Este é um documento garantido pela legislação brasileira recomendado pela Organização Mundial de Saúde para melhorar o nível de atendimento oferecido às parturientes e recém-nascidos. 

Mas então, como fazer meu plano de parto?

Você pode escrever como uma carta, com texto corrido ou fazer em formato de lista. Na internet você encontra inúmeros exemplos. Isso se você não ganhar do seu médico ou no curso de gestante.

Mas ele deve conter basicamente:

  • Seu nome completo
  • Nome completo do acompanhante (lembrando que é garantido pela Lei Federal n. 11.108)
  • Nome completo do bebê
  • Maternidade escolhida para o parto
  • Será atendida pelo plantonista ou equipe contratada (contado da equipe)

Aspectos pessoais:

  • Iluminação do ambiente
  • Terá música
  • O que pode te atrapalhar durante o processo de parto
  • Usar a roupa que você escolher
  • fotos e vídeos (se a maternidade permitir)

Intervenções no trabalho de parto:

  • Ticotomia (raspagem dos pelos pubianos)
  • Enema (lavagem intestinal)
  • Soro com ocitocina ou outros hormônios de indução
  • Liberdade de alimentar-se e beber líquidos
  • Liberdade de movimentar-se
  • Uso de métodos não farmacológicos de alívio da dor
  • Anestesia
  • Ruptura artificial da bolsa amniótica
  • Posição para o bebê nascer
  • Comandos de puxo
  • Episiotomia (corte no períneo)
  • Momento do clampeamento do cordão umbilical após o nascimento
  • Dequitação da placenta
  • Contato pele a pele (a “Golden Hour”)
  • Amamentação no pós-parto imediato

Intervenções no recém-nascido:

  • Aspiração das vias aéreas e gástrica
  • Separação mãe e bebê (levar para o berçário ou garantir alojamento conjunto)
  • Banho no bebê
  • Colírio nitrato de prata
  • Injeção de vitamina K
  • Vacina da hepatite B

 

Essas são as principais informações que devem conter no seu plano de parto. A minha sugestão é que você conheça cada uma delas, saiba seus significados e como elas podem influenciar nesse momento tão singular para você e sua família.

Depois, espere com paciência e seja feliz!

Espero que você tenha gostado dessa trilogia do parto, quis dividir com vocês um pouquinho daquilo que estudei para o nascimento do Benjamin.

Se você gostou, compartilha com as gravidinhas e também com as tentantes, afinal, quanto antes nos prepararmos, melhor será!

 

 

7 filmes de autoaceitação

Somos uma grande miscigenação. O país, seu estado, sua cidade, seu bairro, sua rua, sua casa, seu coração é uma miscigenação, resultado de uma mistura de raças, de povos e de diferentes etnias.

A verdade é que no Brasil e difícil encontrar um “puro sangue” como diria meu avô Tubasa, um grande contador de histórias goiano com raízes italianas e lindos olhos azuis cor do céu.

Nossa pele, nosso cabelo, os detalhes sutis ou não que desenham nosso ser, são carregados de histórias de gerações que vieram de lugares diferentes e quando misturado, resulta em seres únicos: nós!

Eu, você, seu amigo, seu vizinho.

Fico pensando porque é tão difícil aceitar nossas raízes. Porque negamos nossas histórias e caímos na lábia de uma sociedade muitas vezes corrompida pela vaidade, egoísmo e o tal jeitinho?

A verdade é que pouco sabemos sobre quem veio antes de nós. De onde vieram, como eles eram, se a mistura já estava ali ou se surgiu de um encontro depois.

Essa precariedade de história, unida a cultura e hábitos de uma sociedade que muda constantemente acaba nos distanciando de nossa essência. E assim, além de não saber quem somos de fato, não nos aceitamos por completo.

Grande parte de nós e eu me incluo nessa lista já quis mudar algo no seu ser físico.

Eu não digo por saúde não. E sim, por aceitação. Uma mudança desejada para que possamos ser aceitos em um determinado grupo.

Obs. Claro que têm inúmeras pessoas que o fazem para se sentir bem sem dar ouvidos ao clamor de uma comunidade. Afinal, para toda regra uma exceção.

Cabelo, nariz, orelha, seios, aquela barriguinha, pernas finas ou grossas… tom de pele. Nada foge dos nossos olhos atentos e almas machucadas.

Eu mesma, relato nesse post “Um pesadelo chamado transição capilar”, uma saga interna para voltar o meu cabelo crespo depois de anos sedendo à escova definitiva.

Tá aí, só você sabe as lutas que trava com consigo mesmo para não ser zuado no futebol ou motivo de risada no grupo das amigas.

Uma luta constante que vem de dentro para fora e que só é escancarada quando você resolve se aceitar e ser a prioridade do seu dia a dia.

Passa um filme na minha cabeça quando falo sobre aceitação. Pra mim foi uma luta, onde batalhas foram vencidas e onde até hoje trabalho para curar cicatrizes.

Muitas coisas que fiz com certeza foram para agradar o outro e não a mim mesma.

Mas posso dizer: quando me vi sem máscaras, foi libertador.

Por isso, desejo que você também possa viver essa nova versão. Possa encontrar quem você é de fato, muitas vezes escondida bem no íntimo do seu coração. E aos poucos, ir se libertando dessa gaiola.

Afinal, não é uma questão de padrão de beleza, aparência é um dos pilares que você precisa manter equilibrado para uma boa saúde mental.

Corpo, mente e espírito, lembra?

Quando conseguimos manter tudo em equilíbrio isso reflete nas nossas atitudes mais simples. É maravilho!

para te ajudar nessa longa busca, selecionei alguns filmes sobre autoaceitação, volta por cima e uma dose de descontração porque todo mundo merece né.

A partir dessa lista você poderá se inspirar, independente se é ficção ou não , para continuar trilhando o caminho do “aceitar suas qualidades e defeitos”.

Prepare a pipoca e dê o play!

download
-Felicidade por um fio: Uma publicitária perfeccionista com problemas na vida amorosa embarca em uma jornada de autoconhecimento que começa no visual radicalmente novo.

5813348

– Dumplin’: Willowdean Dickson, é uma jovem acima do peso
e bastante confiante com o próprio corpo, apesar de não ter o respeito de sua mãe, uma ex-miss. Quando se apaixona pelo atleta Bo e começa a ter inseguranças. Will decide entrar num concurso de beleza como forma de protesto.

 

download (3)

– A Chefa: Uma empresária é presa após ser flagrada usando informações privilegiadas. Quando ela sai da prisão, tem que enfrentar seus adversários e tenta construir um império dos brownies junto com sua ex-assistente.

 

 

20455526

-Bem-vindo aos 40: Debbie e Pete, um casal na casa dos 40 anos com um casamento morno e filhas com problemas de relacionamento, estão prestes a perder sua casa. Eles decidem então mudar de vida e buscam um maior contato com as filhas e consigo mesmos.

 

 

 

5307336-Tal pai, tal filha: Rachel é uma jovem viciada no trabalho que está prestes a se casar com Owen. Momentos antes da cerimônia, ela ainda está ao celular resolvendo detalhes de um possível novo cliente. Tal situação faz com que o noivo desista do casamento em pleno altar, por perceber que ela jamais irá mudar. Desolada, Rachel ainda é surpreendida com a súbita reaparição de seu pai, Harry, que a abandonou quando tinha apenas 5 anos. Após uma noite de bebedeira, ela decide não perder o cruzeiro ao Caribe que já havia programado para sua lua de mel, e convida seu pai a acompanhá-la.

 

 

The_Devil_Wears_Prada_-_filme

-O diabo veste Prada: Andy, uma moça recém-formada e com grandes sonhos, vai trabalhar na conceituada revista de moda Runway; sua função é ser assistente da diabólica Miranda Priestly. Andy, que não se sente bem no ambiente tenso de trabalho, questiona sua habilidade em continuar como assistente de Miranda.

 

 

 

Aproveite esse novo normal em casa para colocar aquele cineminha no lar em prática!

Espero que você goste, divirta-se e possa tirar alguma coisa bacana desses filmes. Se você tem mais dicas de filmes, deixa nos comentários!

 

Preparo emocional para o parto

Hoje vamos dar seguimento a nossa trilogia do parto. Começamos pela parte espiritual, que você pode ler clicando aqui: Plano de parto espiritual.

Agora passamos por outra área muito importante durante a gestação. Aliás, posso dizer que essa parte é fundamental para a vida.

Quando somos tentantes a carga emocional que direcionamos para o desejo de uma gestação é enorme. Basta uma leve suspeita que a ansiedade começa a ocupar a nossa mente.

No entanto, se o positivo não vem, esse “boom” mental se transforma em frustração.

Somos um caminhão de emoções e precisamos deixar a nossa mente minimamente organizada para passar por essa trajetória com o mínimo de arranhões.

Sendo assim, a primeira dica é: faça terapia!

Estando grávida ou não, manter a nossa saúde mental é um ponto crucial para o restante das nossas decisões. É uma pena que nem todos tenham acesso à esse cuidado tão especial.

Mas se você pode. Faça!

Pensa comigo, muitas de nós trazemos na nossa intimidade muitos traumas, e que na maioria das vezes estão guardados no nosso subconsciente, bem escondidos. Afinal, ninguém gosta de escancarar suas dores em tempos “normais”, imagina gestando, quando os hormônios estão à flor da pele.

Achamos que deletamos nosso passado como uma conversa de whattsapp , mas a verdade é que tudo permanece ali, e elas precisam ser consideradas para que possamos dar o próximo passo.

Por esse motivo, é necessário que durante a gestação, se possível antes, fazer um acompanhamento psicológico para que você tenha consciência e aos poucos ir trabalhando, para que esses traumas não venham atrapalhar na hora do trabalho de parto.

Faça memória de toda sua história, olhe da concepção até o dia atual, tente identificar as cicatrizes que você ainda carrega. Esse é um passo que você pode dar sozinha, no seu momento mais íntimo.

Você pode anotar suas memórias em um diário, fique a vontade para levar à um profissional, diretor espiritual ou trabalhar esse passo a passo sozinha, desde que isso seja feito com cuidado.

Depois desse primeiro passo, você começa a analisar quais atitudes pode tomar para que aquilo não prejudique o seu momento atual. Que não influencie no seu momento de parto.

Qual o motivo do seu medo? Por que o receio de algo que seu corpo foi feito para fazer? Gerar, parir (e aqui eu não digo apenas sobre o parto normal, já que cesária também pode ser o nosso medo).

Esse é o momento de você “expulsar” seus medos e se tranquilizar para ter um parto com a mente calma e focada nesse momento.

Reconheça as suas fragilidades e as coloque para fora, tenha uma alma curada para seguir em frente. Se conheça, se compreenda e assim decida qual caminho quer seguir. 

Nós nos preparamos de muitas maneiras para esse momento. Deixamos a casa pronta, comida congelada, vamos ao salão, nos alimentamos bem, estudamos… No entanto, esquecemos que é preciso muito mais do que um corpo pronto.

É preciso um emocional firme!

Até porque, nem sempre  a vida segue os nossos planos. E tudo isso que você organizou pode mudar com um piscar de olhos.

Entenda que esse post não é para te desanimar, pelo contrário, é para te ajudar a viver esse momento de uma forma profunda. Onde você pode se entregar totalmente. Corpo, alma e espírito. 

Estamos juntas nessa busca por maternidades saudáveis, tranquilas, gratas e entregues com alegria, mesmo diante dos sacrifícios que nos envolve.

Ah! Clica nesse link que tem mais uma dica super legal para você se preparar para o parto: Para uma gestação tranquila.

Tem uma amiga gravidinha ou que está pensando em se abrir para esse mundo doido? Então compartilha esse post com ela!

Juntas somos mais fortes s2

Dicas para caprichar no Insta

Que as mídias sociais estão dominando boa parte do nosso tempo é um fato!

E não é necessário muitas pesquisas para mostrar quanto tempo gastamos pensando, criando e postando por aí..

Uma das minhas especializações é em mídias digitais e apesar de não trabalhar diretamente com isso, gosto de procurar e ler sobre essa área que é tão rica em novidades.

Dentre as inúmeras possibilidades online, o Instagram, sem dúvida, é o queridinho do momento.

Agora, ele reúne tudo que uma pessoa conectada procura: imagem, vídeos, textos e criatividade.

O Instagram está vivendo uma fase de expansão contínua, com altos índices de engajamento e crescimento no mundo todo. Principalmente, nesse tempo onde muitas pessoas tem buscado na rotina online tudo o que necessitam: desde informações (cuidado com as fake news e notícias sem noção), passando por cursos até chegar as compras.

Vale ressaltar também, que o brasileiro ocupa o segundo lugar no ranking da população que fica mais tempo nas redes sociais, sendo em média mais de 3h30 por dia, perdendo apenas para os EUA.

Aprender a usar o Instagram é muito fácil, pois o aplicativo é bem didático. Isso sem contar a quantidade de pessoas que disponibilizam passo a passo para o uso.

Falando resumidamente, ele permite compartilhar fotos e vídeos com inúmeras opções de filtros diretamente do celular. Além dos efeitos famosos, a rede social permite fazer transmissões ao vivo, personalizar itens com adesivos, publicar stories que expiram em 24 horas e mais um tanto de coisa.

Dentre as ferramentas disponíveis nessa rede social, a minha favorita é o stories. Ali conseguimos executar nossas ideias de forma dinâmica e muito criativa.

Aliás, sempre me perguntam como encontro os GIFS que costumo usar nos posts. Por isso, decidi compartilhar com vocês algumas dessas firulinhas que eu mais uso.

Para usar é fácil, basta abrir o ícone GIF e depois , na barra de pesquisa no GIPHY, escrever o nome que procura.

Depois de carregar, vai aparecer vários GIFS dessa conta ou artista.

Bora lá?!

• Rabiscodeletras • prosadecora • vipapier

• uncommon place • ilustralle •hanmadedesigns

• hijulavanessa • byputy • puspahapsary

• greendotori • ateliermouette • simple

Essas são apenas algumas da infinitas possibilidades que o GIF pode te proporcionar!

Você também  pode achar mais opções arriscando palavras chaves tanto em inglês como em português.

O lance aqui é deixar a imaginação voar!

Deixa nos comentários qual palavra chave você costuma usar para buscar GIFS, quem sabe rola uma nova lista por aqui 😉

Livros para você ler antes de casar

Pode soar estranho falar de casamento num momento onde muitos casais precisaram dar uma pausa no seu sonho.

Aliás, essa é uma pauta que você verá outras vezes por aqui, já que é possível usar esse tempo à favor dos noivinhos apaixonados. Aguardem os próximos posts!

Mas voltando ao que interessa. Tenho buscado ver sempre o lado bom das coisas, porque só assim vamos conseguir passar pela turbulência sem grandes cicatrizes.

Fiquei pensando nos casais de amigos que estão com o pé no altar, em como foi esse processo para mim e essa viagem aos meus pensamentos casou certinho com uma conversa que tive outro dia, onde me pediram uma dica de leitura para esse período de noivado.

Pois eu digo: seu pedido é uma ordem!

Não consegui responder assim de bate e pronto, porém deu para vasculhar minha mini biblioteca física, mental e escrita (já que geralmente faço um resumão daquilo que leio) e montar esse post especial para vocês!

  • Dica 1: Os livros podem e devem ser lidos por ambos. Não é só a mulher que precisa estudar sobre matrimônio não viu meninos!
  • Dica 2: Tá solteiro? Aproveita para garantir os livros com antecedência e de quebra dar uma averiguada nesses posts aqui:  ♡ Solteiros vivem a castidade? ♡ Castidade ainda existe?
  • Dica 3: O post é longo, mas merece seu carinho. Prepara uma xícara de chá e leia até o fim. Tem mais duas dicas de posts para você ler antes de encerrar o passeio pelo blog.

Agora sim, chega de papo e vamos ao que interessa:

-> Autoconhecimento

41Wt+bYUTlL._SX347_BO1,204,203,200_• Quem me roubou de mim
Padre Fábio de Melo
– Aborda uma violência sutil que aflige muitas pessoas – o sequestro da subjetividade-. Essa expressão refere-se à privação que sofremos de nós mesmos quando estabelecemos com alguém, nas palavras do próprio autor, ‘um vínculo que mina nossa capacidade de ser quem somos, de pensar por nós mesmos, de exercer nossa autonomia, de tomar decisões e exercer nossa liberdade de escolha’.

COMO_SE_DAR_BEM_COM_QUEM_VOCE_QUER_BEM_1411943861B• Se dar bem com quem te quer bem
Márcio Mendes

– Você poderá transformar sua convivência com as pessoas por meio de uma atitude mais sábia e corajosa. Com as informações e atitudes corretas você conseguirá curar relacionamentos feridos, melhorar os difíceis, aprofundar os mais importantes, reconstruir os arruinados e criar novos laços de ternura e confiança.

P.S. Esse livro foi fundamental para a minha mudança de vida. Foi através dessas páginas que dei início ao meu processo de cura interior.

 

-> Viver a castidade

brilho-castidade• O brilho da castidade
Professor Felipe Aquino

– A castidade é uma virtude dos fortes que se dominam. Disse São Leão Magno, Papa e doutor da Igreja que: Todo aquele que vive casta e piedosamente na Igreja assemelha-se a uma luz celeste, e pela irradiação de uma vida santa mostra a muitos, qual uma estrela, o caminho que leva ao Senhor. Paul Claudel disse que: a juventude não foi feita para o prazer, mas para o desafio. O Mahatma Ghandi, libertador da Índia, disse que: A castidade não é uma cultura de estufa… A castidade é uma das maiores disciplinas, sem a qual a mente não pode alcançar a firmeza necessária.

livro-teologia-do-corpo---s• Teologia do corpo
São João Paulo II

– Papa foi paulatinamente apresentado e presenteando a todos nós com um verdadeiro tratado de antropologia e teologia moral-sexual, que com o passar do tempo adquiriu o nome de catequeses da Teologia do Corpo. O tema de cada catequese foi sendo aos poucos desvendado até chegar ao que poderíamos afirmar o centro das mesmas: o domínio “sobre” o outro na relação inter-pessoal.

 

-> Construir uma família santa

CartasAsFamilias-284x428• Carta as famílias
São João Paulo II

– João Paulo II, vendo na família a imagem do mistério da união entre Cristo e a Igreja, expõe aos cristãos a importância do matrimônio para o estabelecimento definitivo da civilização do amor. Dirigindo-se aos casais e aos filhos, o Papa elege a família como centro fundamental da evangelização, cujo fruto será o fortalecimento do homem interior e a presença na sociedade dos homens do Divino Esposo.

Nota. Você também encontra a carta no site do Vaticano.

mp_6f2beabd9876b2622023e82f11a2524f• Encíclica Humanae Vitae
Papa Paulo VI

– Paulo VI fala sobre a regulação da natalidade. O gravíssimo dever de transmitir a vida humana, pelo qual os esposos são os colaboradores livres e responsáveis de Deus Criador, foi sempre para eles fonte de grandes alegrias, se bem que, algumas vezes, acompanhadas de não poucas dificuldades e angústias.

 

-> Matrimônio à serviço da vida

81UtLIZj7SL• O amor que dá a vida
Kimberly Hahn

– Pela sociedade, não surpreende que muitos casais andem confusos. Afinal, como formar uma família feliz?, perguntam-se. É exatamente a essa pergunta que Kimberly Hahn deseja responder neste livro. Em páginas lúcidas e comoventes, ela trata de temas que assustam muitos católicos numa época em que o politicamente correto é a contracepção: número de filhos, planejamento familiar, sexo no matrimônio, infertilidade, aborto, esterilização…

download• As pequenas virtudes do lar
Georges Chevrot

– Não seria um elemento de coesão e de paz que todos os que vivem debaixo do mesmo teto se esforçassem por ser corteses e agradecidos, bem-humorados e benevolentes, sinceros e pacientes, pontuais e perseverantes? Estas pequenas virtudes são grandes virtudes. Elas bastam para converter a vida diária de uma família em algo atraente e amável, que realiza os pais e encaminha os filhos. Pode-se conseguir esse ambiente?

cartas_amor_gianna• Cartas de amor de uma santa
Santa Gianna Beretta Molla

– Durante sua última gravidez, para não pôr em risco a vida do filho, passou por graves complicações de saúde e morreu poucos dias após o parto. Esse livro oferece ao leitor a possibilidade de conhecer de perto a vida dessa santa esposa e mãe, por meio das cartas que ela escreveu ao seu marido.

 

–> Para inspirar os casais

81B0CP-GXyL• Matrimônios Santos
Padre Thomas Kevin Kraft

– No seio do lar se encontra uma escola de santidade e cultivo das virtudes. Muitos são os beatos e canonizados, mas são poucos casais. Neste livro você vai conhecer a história de alguns matrimônios, casais santos e exemplares: Santos Aurélio e Natália; Félix e Liliosa; Santa Margarida e Malcolm Canmore, reis da Escócia; São Luís e Margarida de Provença, reis da França; Santa Francisca Romana e Lourenço de Ponziani; Santo Tomás More e Jane Colt; Beata Ana Maria Taïgi e Domenico Taïgi.

download (1)• Quem vos uniu foi Deus
Padre José Augusto

– O relacionamento conjugal e familiar tem grande valor nos planos que o Senhor fez para a humanidade, mas diversos casais tem tido problemas desde o início do matrimônio, por não saberem como viver este sacramento segundo a vontade de Deus. Este livro traz temas atuais, e é um forte auxílio para quem busca soluções e cura na vida afetiva.

——————————————————————-

Lembre-se sempre que o matrimônio é um sacramento muito rico, que pode te levar para o céu ou para o inferno e por toda essa importância ele precisa ser moldado ainda no namoro.

Até porque, o namoro serve exatamente para isso. Você já deve ter escutado a expressão: o casamento é o namoro que deu certo.

De fato, ele é!

Por isso, precisamos ter bem claro em nossas mentes que Deus nos fez para a felicidade mútua.

Lembro que no meu casamento o padre disse: Pâmela sua missão é fazer o Diogo feliz. Diogo a sua missão é fazer a Pâmela feliz. Só assim, um buscando a felicidade do outro, vocês irão conquistar a felicidade única do matrimônio.

‘Por isso o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne’ (Gn 2, 24).

A ação de se juntar ao sexo oposto, para juntos viverem em unidade é acima de tudo um sacramento de serviço, de doação total ao outro e a Deus.

A missão do casal é direcionar a família ao caminho da Santidade e do Amor Fraterno. É a partir desse sim é responsabilidade dos cônjuges nutrir a terra com novas vidas e vocações.

O matrimônio é um lindo sacrifício, para ele precisamos estar preparados, pois assim, sobreviveremos a tantas investidas mundanas e sobrenaturais para acabar com as famílias.

Ele é uma das grandes obras divinas, que foi criado para o amor familiar. Um lindo investimento de Deus, para através dele educar cidadãos retos e que busquem imitar a Cristo.

Quer continuar se aprofundando no assunto?

Clica nos links abaixo que tem várias dicas especiais:

♡ Sugestões simples para economizar no casamento
♡ Namoro santo, eu vivi!
♡ Namoro santo, ele existe
♡ Casamos de manhã e foi lindo

Ah! Se você tem alguma dica de leitura, deixa nos comentários!